Caças dos EUA interceptam aeronaves russas perto do Alasca

Os caças da Força Aérea dos EUA interceptaram dois aviões de patrulha russos perto do Alasca na quarta-feira, anunciou o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD).

Os F-22 Raptors dos EUAinterceptaram duas aeronaves russas IL-38 entrando na Zona de Identificação de Defesa Aérea do Alasca“, disse o NORAD em várias posts no Twitter na quinta-feira.

 

O NORAD disse que as aeronaves russas de reconhecimento marítimo – usadas para caçar submarinos – foram interceptadas no mar de Bering, norte das Ilhas Aleutas, e não entraram no espaço aéreo soberano dos Estados Unidos ou do Canadá.

Terrence O’Shaughnessy

COVID-19 ou não, o NORAD continua atando activamente a ameaças e defendendo a terra natal 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano”, disse Terrence O’Shaughnessy, comandante do NORAD.

O’Shaughnessy, mais tarde na quinta-feira, na “Fox & Friends“, disse que o avião russo voou a 80 quilómetros da costa do Alasca, acrescentando que Moscovo “queria ver se somos capazes de reagir“.

A Rússia voa repetidamente suas aeronaves de reconhecimento, bem como patrulhas de aviões bombardeiros perto do Alasca – com 48 dessas patrulhas em 2019 – que os Estados Unidos às vezes interceptam.

O exemplo mais recente foi no início de Março, quando os caças dos EUA e da Força Aérea Real Canadiana interceptaram duas aeronaves russas Tu-142.

Fonte: The Hill

Recommended For You

About the Author: Geopolítica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informações

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar